As imagens dos territórios

Os relatos de experiência popular em vídeo mostrarão a diversidade das experiências, com protagonismo das próprias famílias e comunidades


Seu Altamiro fala sobre as normas de submissão
Como diria o cineasta brasileiro Glauber Rocha “para fazer um filme, basta uma ideia na cabeça e uma câmera na mão”. Hoje, com o avanço das tecnologias, podemos dizer que basta um celular, uma boa ideia e acesso à internet para contar a diversidade de cores, sabores, cheiros, lutas e resistências que pulsam nos territórios.

O diálogo de saberes é um dos princípios que fortalecem o lema do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA): “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares”, que acontecerá de 4 a 7 de novembro em Sergipe.

Os vídeos devem ser gravados na posição horizontal com duração de até 5 minutos, trazendo a força, riqueza e diversidade da experiência – seja anúncio ou denúncia.

Acesse o edital aqui.



#CBANordeste #EcologiaDeSaberes #AgroecologiaÉoCaminho